Hora

domingo, 2 de dezembro de 2012


HEBREUS

Vem do grupos familiares patriarcais.
Na Torá(é a bíblia deles, nosso velho testamento) encontram-se também os preceitos alimentares, a alimentação Kosher ou “apropriada para consumo”.
O Rabino(líder espiritual de uma congregação judaica ) é quem veta ou dá o selo kosher ao alimento. Ele que diz se aquele alimento pode ou não ser consumido. Existe algumas regras do Kosher como por exemplo na hora do abate de animal – tem que ser rápido e indolor para que o animal não sofra. Retirar o Maximo de sangue possível, o resto tem que ser lavado com água + sal. Também era PROIBIDO  consumir carne  e derivados do leite. PROIBIDO  carne de porco  e derivados. PROIBIDO  frutos do mar (camarão, polvo, caranguejo). Peixes só de escamas e barbatanas (truta). No dia da Pessach = Páscoa Judaica, tem  8 dias de comemoração, celebra a libertação do povo de Israel no Egito
A mesa recebe alimentos simbólicos no Keará (prato com divisões):
Matzá = pão da fé, achatado, sem fermento;
Zeroá = osso de perna animal, assado e chamuscado;
Beitzá = ovo cozido e queimado
Maror = ervas amargas, pedaços de raiz-forte
Karpas = ramos de salsa, ervas verdes ou batatas cozidas
Charosset = maças raladas com nozes, vinho e canela
Água Salgada = onde são mergulhadas as ervas verdes
* O vinho é um elemento indispensável na celebração do Sede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário